Chunky Monkey Tapioca

tapioca-chunky-monkey

Galerãmmm!!!

Vocês obviamente lembram da minha primeira experiência #fail com tapioca que eu relatei aqui né? Devem lembrar sim porque eu fiz um drama… queria processar a Yoki e tudo… quaaaaa. Pois nem sabem que aqui em Sampa tem tapioca por todos os lados! Tem na feira, no super, na Zona Cerealista… aiaiaiaiiii! E o melhor de tudo é que ela já vem hidratada, prontinha pra jogar na frigideira e ser feliz!

Então (super paulista eu já), domingo foi dia de tapioca no café da manhã (na realidade, vários dias têm sido hihihihihi). Tivemos uma deliciosa tapioca salgada com muuuito queijo minas na chapa e legumes ao forno (que sobrou do sanduíche da noite anterior).

tapioca-com-queijo-minas-e-legumes

Mas a grande sacada foi a tapioca doce que tivemos de sobremesa (sim, sobremesa do café da manhã, algum problema?). Testei uma mistura dos deeeeuses que os americanos tem mania de fazer: Chunky Monkey!, que nada mais é do que pasta de amendoim, chocolate e banana, e significa Macaco Corpulento hihihiihihihihihihihihihih.

CHUNKY MONKEY TAPIOCA

Ingredientes:

– 3 colher de tapioca hidratada;

– 1 pitada de sal;

– 1 banana esmagada;

– 2 colheres de pasta de amendoim (eu estou usando uma que comprei na Zona Cerealista aqui em Sampa: um balde de 1 kg de pasta de amendoim integral a R$ 9,00 é muita vantagem! Mas pra quem tem dificuldade de encontrar essa maravilha, tem uma receita ridícula de fácil aqui);

– calda de chocolate. Eu fiz a minha com cacau em pó e ficou dos deuses, mas se tu quiser usar uma pronta cheia de açúcar o problema é teu hihihih.

Pra calda eu usei:

* 1 colher de sopa de cacau em pó;

* 1 colher de sopa de leite de coco;

* 1 colher de sopa de água;

* 2 colheres de sopa de adoçante sucralose em pó (to usando o Tal e Qual Forno e Fogão, paguei R$ 26,00 pelo balde de 500 gramas na Zona Cerealista. Zona Cerealista é muito amor);

Joga tudo numa panelinha e vai mexendo em fogo médio até engrossar.

Pre-paro da Tapioca Chunky Monkey:

1 – Esquente uma frigideira bem grande no fogo máximo. O segredo é deixá-la tinindo mesmo antes de colocar a tapioca;

2 – Quando beeeem quente, espalhar o pó da tapioca com os dedos, cobrindo o fundo da frigideira sem grandes frescuras. Há quem defende que tem que peneirar o pó antes, mas o tio da feira aqui no Itaim não peneira coisa nenhuma… Tenho feito assim e tem ficado lindo;

3 – Salpicar uma pitada de sal por cima;

4 – Agora é só esperar a magya acontecer sozinha: a tapioca é auto-colante quaaaa e aglutina sozinha, assim suuuuper complexo #not;

5 – Quando meio douradinha embaixo, a tapioca está pronta, então agora é espalhar em um dos lados da tapioca, a banana amassada e por cima dela, a pasta de amendoim;

6 – Dobrar a tapioca no formato de um pastel, dispor em um prato e regar a calda de chocolate.

tapioca-chunky-monkey-2

Tá bom pra ti? Olha, pra nós ta bom demaaaaais! Somos os mais novos Chunky Monkey Lovers!

Ah, perceberam que a nossa tapioca não ta naquele formato clássico de pastel? Pois eu e meu Pibe sempre dividimos a tapioca ao meio, ele come uma metade e eu a outra, pra podermos comer uma doce e uma salgada. Curtiram a technique da gula?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s