Quem tem medo de Virgínia Woolf – IMPERDÍVEL

quem-tem-medo-de-virginia-woolf

A melhor atuação feminina que já assisti no teatro.

E não estou exagerando. Zezé Polessa está impecável. Choquei.

Daniel Dantas não fica pra trás. Mas ela, ahhh ela…

❤ Saí do teatro em êxtase ❤

— Ela é uma mulher teatral, primeira-dama do campus, anfitriã das festas do pai. Seu corpo vai ficando meio anestesiado pela bebida, mas mantém a língua afiada, de quem vai dar o bote. São personagens que vivem sua solidão, ocupam o vazio. Se fossem analisados não teria peça. E a gente só consegue fazer porque é analisado — diz Zezé para O Globo.

Para Daniel, “Virginia Woolf” “é uma dessas histórias fundamentais”.

quem-tem-medo-de-virginia-woolf-2

— Além de ser um dos dramas modernos mais bem construídos, mostra dois grandes personagens perfeitamente reconhecíveis, singulares e ao mesmo tempo extraordinários. O desperdício dessas vidas extremas é o que aproxima a peça da tragédia e a faz tão interessante.

O texto sofreu intervenções cirúrgicas, que reduziram seus três atos de três horas para 2h20m.

— Sabemos que é uma peça diferente das que estão em cartaz de uns anos para cá. Também fazemos peças digeridas. Esta não, o público tem que digerir sozinho — diz Zezé.

— Estamos iniciando um processo de mudanças, as pessoas estão precisando de outras coisas. Se só damos ao público o que ele quer, ele fica de saco cheio, porque já sabe o que vai ganhar sempre. Queremos dar um pouco mais — resume Daniel.

quem-tem-medo-de-virginia-woolf-1

Sinopse

Após uma festa da universidade, Jorge (Daniel Dantas), um professor de História, e a mulher Marta (Zezé Polessa), que é filha do reitor,  decidem receber em sua casa um jovem casal para tomar um drinque. O encontro se transforma numa lavação de roupa suja, cheia de jogos perversos e manipulações.

Resenha por Dirceu Alves Jr.

“Este clássico contemporâneo escrito pelo americano Edward Albee consegue manter uma intensa visibilidade desde o lançamento, em 1962. O drama chegou ao cinema quatro anos mais tarde, com Elizabeth Taylor e Richard Burton, e teve consagradas montagens no Brasil. Agora é a vez de Zezé Polessa e Daniel Dantas superarem com louvor o desafio de recriar os problemáticos Martha e George, juntos há 23 anos e sem nem um pingo de respeito mútuo. Depois de uma festa, eles recebem em casa um jovem casal (Erom Cordeiro e Ana Kutner) para a saideira. O nível de álcool sobe e segredos surgem sem poupar constrangimentos. Dirigido por Victor Garcia Peralta, o espetáculo canaliza força na irretocável e ainda surpreendente dramaturgia, muito bem trabalhada pelo quarteto. Por mais de duas horas, Zezé e Dantas encaram uma gangorra de sentimentos com diálogos devastadores e cedem espaço para que Cordeiro e Ana brilhem em papéis que evidenciam o potencial de ambos.”

Casais estrelados: no Brasil, a peça foi protagonizada pelas duplas Cacilda Becker e Walmor Chagas (em 1965), Tônia Carrero e Raul Cortez (1978) e Marieta Severo e Marco Nanini (2000).

quem-tem-medo-de-virginia-woolf-3

Curiosidades:

* Zezé Polessa e Daniel Dantas foram casados, e estão separados há 20 anos

* O filho deles, João Polessa Dantas, é o assistente de direção do espetáculo

* José Wilker seria o ator a interpretar o papel agora de Daniel Dantas. Daniel assumiu os ensaios há 40 dias da estreia

quem-tem-medo-de-virginia-woolf-4

Serviço:

Até 27 de julho

Local: Teatro Raul Cortes

Endereço: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, SP

Telefone:(11) 3254-1700

Sexta, 21h30; sábado, 21h; domingo, 18h.

Bilheteria: 14h/20h (terça a quinta); a partir das 14h (sexta a domingo). Estacionamento (R$ 19,00).

Sexta: R$ 60,00

Sábado e domingo: R$ 90,00

FICHA TÉCNICA:
Texto: Edward Albee
Tradução: João Polessa Dantas

Elenco: Zezé Polessa, Daniel Dantas, Erom Cordeiro e Ana Kutner
Direção: Victor Garcia Peralta
Direção de arte / cenografia / programação visual: Gringo Cardia
Iluminador: Maneco Quinderé
Figurinos: Marcelo Pies
Visagismo: Fernando Torquatto
Trilha Sonora: Marcelo Alonso Neves.
Assessoria de imprensa: Approach Comunicação Integrada
Operador de som: Yuri Ribeiro
Operador de luz: Mario Junior
Lei de incentivo: Sodila Projetos Culturais
Produção executiva: Carmem Oliveira
Direção de produção: Giuliano Ricca
Produtores Associados: Zezé Polessa/Giuliano Ricca
Realização: MJC Polessa Produções Artísticas / Ricca Produções Artísticas
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s