Pão de Mel Funcional – como se virar sem ovos

pão-de-mel-4

Amanheci sem ovos. E sem um pingo de vontade de sair pra comprar.

Eu, enquanto ovo-lacto-vegetariana que treina, me apego fortemente às proteínas animais não provenientes da carne, aka ovos e leite. E não ter ovos na geladeira pra mim é ficar sem chão gastronômico. E não ter ovos pra fazer o café da manhã, que é minha refeição favorita, é começar o dia com o pé esquerdo.

Mas, não deixando que isso estragasse minha manhã, testei uma receita que vinha mirabolando há alguns dias e… ovos? Pra que ovos?

Continuar lendo

Anúncios

Desejo de feijão com arroz no meio da tarde x A temida Panela de Pressão

feijão-com-arroz

Fui pra academia no meio da tarde. Treino de perna – odeio. Depois do treino fiz mais 10 minutos de escada – esse aparelho é made in hell. Depois fiz mais 20 minutos de bike. Não preciso nem dizer que cheguei em casa com um buraco negro na barriga. Então tomei um scoop de whey isolado com água e comecei a planejar o meu “lanchinho”.

Tive uma vontade avassaladora de feijão com arroz – para comer de colher – e não pensei duas vezes. Mas minha fome não aguentaria 1 hora e tanto de cozimento do feijão. Foi quando decidi quebrar o tabu de 29 anos e tirei a panela de pressão do armário.

Continuar lendo

Pancake Sunday

pancake-1

Andei observando que nunca nunquinha escrevi sobre minhas amadas pancakes por aqui. Isso é um absurdo.

Então, nada melhor que hoje, domingão de sol aqui em Sampa, para flipar umas pancakes, fazer uma caldinha de morango, montar bonito no prato, tirar umas fotinhos e colocar aqui pra nós!!

Continuar lendo

Fritas que não são fritas!

Eu adoro mentir pra mim mesma, é tão reconfortante…

Escrevo esse post agora, super satisfeita com a bela porção de fritas-fake que acabo de mandar ver.

Tão simples, tão fácil, tão prático, tão crocante, tão absolutamente delicioso.

fritas-fake

Essas batatas fritas na realidade são batatas doces assadas.

Ingredientes:

– meia batata doce grande;

– 1 colher de chá de cominho em pó;

– 1 colher de sopa de azeite de oliva;

– sal a gosto.

Preparo:

1- lavar a batata doce, porque mantemos a casca, rica em fibras;

2- cortar a batata em formato palito;

3- em uma tigela média, misturar bem a batata, o cominho, o azeite de oliva e o sal;

4- acomodar a batata em uma fôrma, de maneira que todas as batatas encontrem o fundo da fôrma, para dar aquela tostatinha gostosa;

5- deixar em fogo média por 15 minutos, virar todas as batatas e deixar por mais 15.

Pronto! Que tal preparar essa delícia para comer assistindo amanhã a Argentina tomar um laço da Suíça?

batata-frita-fake

Crepioca

Vira e mexe tem uma moda nova rolando pelo mundo da gastronomia fit. E eu testo (e AMO) cada uma delas.

A goxxxxtosa da vez é a Crepioca. Crepe + Tapioca = Crepioca. Há!

tapioca é feita com a fécula extraída da mandioca. A mandioca é livre de gluten. A mandioca tem baixo índice glicêmico. Baixo índice glicêmico quer dizer que o alimento fornece energia sem gerar picos de insulina, o hormônio safado responsável pelo acúmulo de gordura no corpo. Além disso, por ter boa quantidade de fibras, gera saciedade. Logo, a gente ama mandioca!

crepioca

Alright, alright, alright… Eu não poderia ficar pra trás e PLIM! Aprontei essa pro café da manhã de hoje!

Ingredientes:

* 1 ovo;

* 2 claras;

* 1 colher de sopa de tapioca hidratada ou polvilho azedo (usei polvilho azedo, também feito da mandioca, a gente ama mandioca!);

* 1 colher de sopa de PB2 (pasta de amendoim em pó, mandei pelo Vitacost, mas sei que também vende no Wholefoods). Também pode usar qualquer outra farinha saudável;

* 1 colher de sopa de sucralose forno e fogão;

* 5 gotas de essência de baunilha, ou outra essência do seu gosto (usei essência de mel);

* 1 colher de chá de fermento.

Preparo:

1- misturar todos os ingredientes em um recipiente pequeno, adicionando o fermento por último;

2- untar uma frigideira média com spray antiaderente ou óleo de coco e esquentá-la;

3- quando bem quente, diminuir a fogo baixo, colocar a massa na frigideira e tampar;

4- cerca de 2 minutos, a massa vai criar bolhas e então está na hora de virá-la;

5- com a ajuda de uma espátula, virar o crepe, dourando do outro lado rapidamente.

Pronto!

Eu recheei minha crepioca com 1 colher de sopa PB2 dissolvida em água.

Gente, a textura desse crepe fica simplesmente dos deuses!! Muito muito muito gostoso! Algo entre pão de queijo e panqueca ❤